Archive of ‘Historias do Gabi’ category

Um dia de passeio pelo Jardim Botânico e no Zoológico de SP

Resolvemos fazer um passeio diferente nessas férias. Como a crise anda brava, inflação batendo no teto e a grana anda curta, achamos prudente fazer alguns passeios por São Paulo e com isso conseguimos nos divertir bastante e economizar algumas “Dilmas” no bolso.

Como a mamãe está esperando o Gael, não podíamos nos dar ao luxo de comer aqueles lanches gordurosos do Zoológico e fiz um roteiro diferente para o nosso passeio.

Fomos primeiro ao Jardim Botânico, chegamos lá por volta das 10 horas, demos uma caminhada, aproveitamos para conhecer, já que nunca havíamos ido para lá e fizemos hora brincando com as crianças e tirando fotos, até que as crianças ficassem com fome, para que pudéssemos nos alimentar com uma comida mais saudável e com um cardápio mais variado que aquele oferecido no Zoo de SP. (mais…)

Andador para criança nunca mais!!!

O nome deste post já causa arrepio pelo nome, a história ainda me faz tremer bastante quando lembro e quero compartilhar, pois isso pode ajudar muitos pais a não cometerem o mesmo erro que cometemos.

Era carnaval do ano de 2012 e fomos viajar para o sítio de meus tios, o tempo por lá estava muito bacana, com bastante sol e podíamos aproveitar bem o dia na piscina, o tempo com a família e amigos e claro, descansar um pouco do ritmo alucinante do trabalho em São Paulo.

Em uma manhã, minha esposa Ana acordou com o nosso pequeno Gabriel, então com cerca de 8 meses de idade, enquanto eu resolvi dormir uns minutinhos a mais. Esperei ela tomar banho e dar banho no Gabriel e me levantei assim que eles saíram para tomar café. Assim que saí do banho, ouvi a Ana falando alto e meio desesperada e quando saí no corredor para ver o que estava acontecendo, a vi segurando o pequeno Gabriel totalmente pálido e totalmente mole, como se estivesse prestes a desmaiar. Fiquei bastante aflito e queria entender o que havia acontecido, enquanto ela soprava o rostinho dele e o chamava na tentativa de não deixa-lo adormecer. Em meio ao turbulento momento ela disse que ele havia caído com o andador, mas que ele estava prestes a desmaiar de susto e por isso estava dando leves sopros em seu rosto. (mais…)